Todas elas


O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus. Filipenses 4:19


Enquanto o Pintor em minha janela pintava um Sol de um novo dia na janela da frente, descobri que pintava também um quadro na janela dos fundos. Nele a Lua se despedia da noite e se preparava para ir embora. Era muito sugestivo vê-la assim, indo embora, pela janela dos fundos.

O cristão é como a Lua, não tem luz própria. Para brilhar ela depende do Sol. Sem este, ela não passa de um corpo sem brilho, estéril, frio e silencioso, que expõe cicatrizes das agressões sofridas ao longo dos anos. Cada cratera, cada vale, cada destroço marca um acontecimento em sua vida. Você se sente assim?

Mas quando vemos sua face refletindo a luz do Sol, a Lua é bela, inigualável em seu vestido cor de prata a inspirar os corações. Só quando reflete o Sol. Por que nos esquecemos tão facilmente disto? Por que achamos que podemos encontrar luz e calor fora de Jesus?

Às vezes me sinto como uma criança desnutrida. Sei que preciso de vitaminas, mas quero encontrá-las no saco de salgadinhos e no refrigerante, não na salada, nas frutas e legumes. Quero que seja do meu jeito.

Mas Deus fala que é em Cristo Jesus que Ele suprirá todas as minhas necessidades. Todo o resto pode parecer alimento por um breve tempo, mas não dura. Alimentar-se de Cristo - é nEle que a vida daquele que nasceu de novo encontra a satisfação de suas necessidades. Não de uma ou duas, mas de todas elas.

Postagens populares