O ceu e a graca


E disse-me: A minha graça te basta. 2 Coríntios 12:9


Hoje recebi um e-mail contando de alguém que está passando por um processo de reabilitação. Essa pessoa precisa reaprender a se mover, a segurar objetos, vestir a roupa e fazer tantas tarefas que, embora simples, exigem um esforço tremendo.

Qualquer pessoa com saúde perfeita logo percebe suas deficiências e sua incapacidade de fazer as coisas mais simples, porque compara o estado da outra pessoa com a capacidade de alguém normal. Mas quem é realmente normal?

Isso vai depender do padrão adotado, do ângulo observado, do ponto de vista, e até da pessoa que observa. Se eu perguntar a você qual é a cor do céu, você dirá que é azul. Ou será laranja? Talvez cinza? Adotamos o padrão em nossa mente que céu é azul, mas é um padrão simplista demais.

Se uma simples imagem do céu já é complexa demais para ser definida em uma cor, imagine Deus e Seus planos para você e para mim. Por mais que a gente queira entender, estaremos sempre falando de algo que é muito mais elevado, daí a necessidade de aceitar a graça de Deus com singeleza de coração.

O que é graça? Graça é um favor imerecido. O que eu merecia - o inferno - Deus não me deu. O que eu não merecia - o céu - Deus me deu através da obra de Cristo, algo que recebi tão somente pela fé, sem entender, apenas por crer.

Se acha que a graça não é suficiente, e que não pode crer em algo que não consegue entender, me responda: Qual é a cor do céu?

Postagens populares